Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Karadzic volta a faltar a julgamento (ACTUALIZADA)

O ex-líder dos sérvios na Bósnia Radovan Karadzic faltou esta terça-feira à segunda sessão do julgamento no Tribunal Penal Internacional (TPI), em Haia, Holanda, onde está a ser julgado por 11 crimes de guerra e genocídio.
27 de Outubro de 2009 às 19:43
Karadzic está detido desde Julho de 2008
Karadzic está detido desde Julho de 2008 FOTO: d.r.

O início do julgamento estava marcado para ontem, mas Karadzic não compareceu alegando que precisa de mais tempo para preparar a sua defesa. O ex-líder dos sérvios na Bósnia tem uma equipa de mais de 20 advogados a trabalhar para si, mas decidiu assumir a sua própria defesa no tribunal.

De acordo com o 'The Guardian', Karadzic terá ameaçado um banho de sangue meses antes do início da guerra, referindo que 300 mil muçulmanos iriam 'desaparecer da face da Terra'. O registo surge em transcrições de ligações telefónicas nas quais o ex-líder sérvio discute o assunto e que foram apresentadas pela acusação no Tribunal Penal Internacional.

Entre os crimes mais bárbaros que constam da acusação estão o cerco de 43 meses à cidade de Sarajevo, entre 1992 e 1996, e o massacre de Sebrenica, em Julho de 1995, no qual morreram oito mil muçulmanos bósnios. Karadzic,  detido em Julho de 2008 depois de anos a viver na clandestinidade, arrisca uma pena de prisão perpétua.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)