Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Khadjou Sambe é a primeira mulher do Senegal a surfar profissionalmente

"Quando estou na água, sinto algo extraordinário, algo especial no meu coração", explica a jovem.
Correio da Manhã 29 de Agosto de 2020 às 09:37
Khadjou Sambe
Khadjou Sambe FOTO: Reuters
Khadjou Sambe tem 25 anos e é a primeira surfista profissional no Senegal. Não tendo visto uma mulher negra a surfar no Atlântico, Sambe sabe que está a inspirar as próximas gerações a lutar pelos sonhos para além da cultura onde nascem.

"Quando estou na água, sinto algo extraordinário, algo especial no meu coração", disse a surfista à Reuters. A jovem treina todos os dias mesmo depois dos jogos olímpicos terem sido adiados.

Sambe mora num bairro muito pobre em Ngor, o ponto mais ocidental do continente africano. Vinda de uma família tradicional, Sambe foi proibida pelos pais de surfar na adolescência mas a jovem avança que a "determinação foi forte o suficiente para fazê-los mudar de ideias".

Khadjou Sambe sente-se orgulhosa por representar o país, o continente africano e todas as raparigas negras. E ajuda outras meninas a seguirem os seus sonhos independentemente dos obstáculos que podem aparecer.
Khadjou Sambe Senegal Atlântico questões sociais desporto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)