Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Laboratórios em França e na Suécia confirmam envenenamento de russo Navalny com novichok

Notícia foi avançada pelo porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert.
Correio da Manhã 14 de Setembro de 2020 às 09:39
Alexei Navalny
Alexei Navalny FOTO: Getty Images

O governo alemão avançou esta segunda-feira que mais dois laboratórios confirmaram o envenenamento do opositor russo Alexei Navalny pelo agente nervoso Novichok.

Segundo a Reuters, laboratórios especializados de França e da Suécia confirmaram os resultados inicialmente avançados pela Alemanha.

"Renovamos o apelo para que a Rússia apresnete uma explicação sobre os eventos. Estamos em contacto com os nossos parceiros europeus para dar continuidade a investigação", afirmou o porta-voz do governo alemão, Steffen Seibert.

Na mesma nota, o Governo reforça que "este envenenamento" constitui uma "grave violação" da Convenção sobre Armas Químicas. 

O líder da oposição russa, de 44 anos, colapsou durante um voo entre a Sibéria e Moscovo, a 21 de agosto. Foi internado de urgência na cidade de Omsk e transferido, dois dias depois, para Berlim, onde os médicos determinaram que foi envenenado com Novichok, a mesma substância usada para envenenar o antigo espião russo Sergei Skripal e a filha, Yulia, em Salisbury, no Reino Unido, em 2018.




diplomacia política Novichok Alexei Navalny envenenamento saúde governo alemão agente nervoso
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)