Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Ladrões queimam idoso com soda cáustica

Ladrões queimam idoso com soda cáustica e álcool durante assalto perpetrado na área metrolopitana de São Paulo, Brasil.  

 

 

17 de Maio de 2013 às 12:40

Um homem de 67 anos sofreu queimaduras graves por todo o corpo depois de os ladrões que invadiram a sua casa de campo em Capela do Alto, na área metropolitana da cidade brasileira de São Paulo, terem lançado sobre ele soda cáustica e álcool, a que depois atearam fogo. O sexagenário foi internado em estado grave no hospital municipal de Capela do Alto.

Quatro ladrões armados invadiram a pequena propriedade rural onde vivem o idoso e a sua mulher, de 58 anos, que foram agredidos e amarrados. Durante duas horas, os criminosos reviraram a residência à procura de uma elevada soma em dinheiro que imaginavam existir no imóvel e jóias. Durante as buscas, os ladrões espancaram o casal para o obrigar a revelar onde estavam escondidos os presumíveis objectos de valor e a alegada elevada quantia em dinheiro.

Sem conseguirem encontrar nada do que queriam, os criminosos lançaram sobre o idoso uma quantidade de soda cáustica, substância altamente corrosiva que provoca queimaduras graves. Como mesmo assim o dono da casa continuava a afirmar não ter dinheiro, acabou por ser regado com álcool e incendiado. Deixando a vítima a arder, os ladrões fugiram no carro em que tinham chegado levando também com eles o veículo do casal.

No meio de tanto sofrimento, a sorte acabou por ajudar o casal, pois um amigo ligou para a dona da casa por acaso assim que os criminosos deixaram o local e ela, apesar de amarrada, conseguiu accionar o telemóvel e pedir socorro. Em Abril, uma dentista de São Paulo também foi regada com álcool e incendiada até à morte por ladrões que invadiram o seu consultório e ficaram furiosos por não encontrarem dinheiro.

São Paulo ladrões idoso roubo soda cáustica álcool
Ver comentários