Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Lésbicas muçulmanas são as primeiras a casar em Inglaterra

Duas muçulmanas paquistanesas casaram em Leeds, Inglaterra, momentos antes de pedirem asilo político ao Reino Unido. As duas mulheres já receberam várias ameaças de morte tanto no Reino Unido como no Paquistão.
27 de Maio de 2013 às 18:23
Rehana Kausar, de 34 anos e Sobia Kamar, de 29, oficializaram a sua união em Leeds no final deste mês, momentos antes de pedirem asilo político ao Governo britânico
Rehana Kausar, de 34 anos e Sobia Kamar, de 29, oficializaram a sua união em Leeds no final deste mês, momentos antes de pedirem asilo político ao Governo britânico FOTO: d.r.

Rehana Kausar, de 34 anos e Sobia Kamar, de 29, oficializaram a sua união em Leeds no final deste mês, momentos antes de pedirem asilo político ao Governo britânico.

Segundo o jornal britânico ‘The Independent', familiares do casal revelaram que as duas mulheres, que estudam em Birmingham, receberam várias ameaças de morte tanto no próprio Reino Unido como do Paquistão, onde as relações homossexuais não são permitidas.

O casamento homossexual é ilegal segundo a lei paquistanesa, país que também não tem leis contra a descriminação ou perseguição baseada na orientação sexual.

Um familiar de uma das paquistanesas afirmou ao jornal britânico 'Sunday Mercury' que o casal não teve uma cerimónia islâmica no seu casamento.

lésbicas muçulmanas casamento Paquistão Reino Unido ameças morte asilo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)