Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

LIBERTADO ITALIANO RAPTADO NAS FILIPINAS

O cidadão italiano Andrea Cianferoni, director da organização não-governamental Movimondo, que havia sido raptado ontem por homens armados na ilha de Mindanao, no Sul das Filipinas, foi libertado esta quarta-feira.
10 de Novembro de 2004 às 10:26
Andrea Cianferoni à chegada a Manila
Andrea Cianferoni à chegada a Manila FOTO: Reuters
Segundo revelou o general Alberto Braganza, comandante militar em Mindanao, o cidadão italiano, de 29 anos, foi entregue a um responsável autárquico da província de Lanao Norte.
“Foi uma má experiência, felizmente curta. Estou cansado, mas encontro-me bem”, afirmou aos jornalistas Cianferoni, que anteriormente havia sido identificado como Cienosterone pelas autoridades filipinas.
Apesar do susto, o director da organização não-governamental italiana, que ajuda a reabilitar populações afectadas por conflitos armados, afirmou que pretende continuar a trabalhar para a paz e o progresso de Mindanao.
Cianferoni revelou que foi obrigado a caminhar vários quilómetros acabando por ser abandonado pelos seus sequestradores na pequena casa de uma quinta esta quarta-feira de manhã.
Segundo o cidadão italiano, os seus sequestradores, que exigiam um resgate de 300 mil pesos (cerca de 4.100 euros) para o libertar, discutiram constantemente entre si durante o tempo em que esteve sob a sua custódia.
Após ter sido entregue às autoridades, Cianferoni viajou até Manila, para se encontrar com responsáveis da embaixada italiana e da organização não-governamental para a qual trabalha.
O italiano afirma ter sido bem tratado pelos sequestradores, apesar de ameaçado pelas armas. De acordo com o general Alberto Braganza, não foi pago qualquer resgate pela sua libertação.
As autoridades filipinas afirmaram que Cianferoni foi sequestrado por um grupo armado, chefiado por um parente próximo de um importante dirigente de um grupo separatista muçulmano do Lanao do Norte.
Um porta-voz da Frente Moro de Libertação Islâmica, o principal grupo rebelde da região, apressou-se a negar qualquer envolvimento no sequestro, adiantando que mobilizou as suas forças no sentido de cooperar com o governo para ajudar a resolver este caso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)