Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Libertados quatro franceses detidos em Líbia

Quatro franceses suspeitos de espionagem a favor do regime de Muammar Kadhafi foram, este sábado, libertados e levados para o Egipto.


21 de Maio de 2011 às 18:27
Os quatro cidadãos franceses são suspeitos de espionagem a favor do regime de Muammar Kadhafi
Os quatro cidadãos franceses são suspeitos de espionagem a favor do regime de Muammar Kadhafi FOTO: Reuters

Os quatro funcionários da Secopex, uma empresa de segurança privada, foram detidos em Benghazi, bastião da oposição, a 11 de Maio. 

De acordo com um comunicado divulgado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros Francês, "os quatro cidadãos franceses detidos em Benghazi desde 11 de Maio passado tiveram protecção consular durante a detenção".  

“Nesse contexto fomos informados da decisão das autoridades líbias de os libertar", indicou o ministério, acrescentando que "foram levados para o Egipto onde foram entregues às autoridades consulares".

A detenção teve lugar durante uma operação de controlo policial e o chefe da empresa de segurança, um antigo militar francês, viria a morrer, depois de ter sido atingido a tiro. 

A Secopex, com sede em Carcassonne (sudoeste de França), admitiu que tinha contactos com o regime de Kadhafi em Tripoli, mas negou as acusações de espionagem.

Franceses detidos em Líbia BenghaziSecopexFrançaKadhafiTripoli
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)