Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Líder de seita marcava mulheres com ferros em brasa

Homem usava seguidoras como escravas sexuais.
Ricardo Ramos 28 de Março de 2018 às 09:00
Keith Raniere fugiu dos EUA e foi capturado no México
Keith Raniere era o fundador da empresa e utilizava as mulheres como escravas sexuais
Vítimas do culto eram marcadas com as iniciais do líder
Mulheres eram recrutadas entre as seguidoras da organização de autoajuda Nxivm, fundada por Raniere
Keith Raniere fugiu dos EUA e foi capturado no México
Keith Raniere era o fundador da empresa e utilizava as mulheres como escravas sexuais
Vítimas do culto eram marcadas com as iniciais do líder
Mulheres eram recrutadas entre as seguidoras da organização de autoajuda Nxivm, fundada por Raniere
Keith Raniere fugiu dos EUA e foi capturado no México
Keith Raniere era o fundador da empresa e utilizava as mulheres como escravas sexuais
Vítimas do culto eram marcadas com as iniciais do líder
Mulheres eram recrutadas entre as seguidoras da organização de autoajuda Nxivm, fundada por Raniere
O líder de um popular grupo de autoajuda com ramificações em vários países, Keith Raniere, foi detido pelo FBI no México, acusado de criar um culto secreto cujas seguidoras eram usadas como escravas sexuais e marcadas com ferros em brasa como se fossem gado. É acusado de tráfico e exploração de mulheres e associação criminosa com vista a trabalhos forçados.

Raniere, de 55 anos, tornou-se conhecido como líder da organização Nxivm (lê-se ‘nexium’), um grupo de autoajuda sediado em Albany, Nova Iorque, que funciona de forma piramidal e conta com mais de 15 mil seguidores em vários países.

Nos últimos anos, criou um subgrupo secreto, denominado Dominus Obsequious Sororium (Dominador sobre Submissas), que recrutava mulheres para as transformar em escravas sexuais.

Depois de serem convencidas a juntar-se ao grupo, as vítimas eram obrigadas a entregar fotos ou vídeos comprometedores, normalmente de cariz sexual, como ‘garantia’ de que não tencionavam sair. Depois eram submetidas a um ritual de iniciação onde eram marcadas com as iniciais do líder com um ferro em brasa.

Tornavam-se então escravas sexuais, obrigadas a estar sempre à disposição do mestre, conhecido no grupo como ‘Vanguarda’.

Raniere fugiu dos EUA em outubro, após várias vítimas terem denunciado os abusos. Foi detido agora no México e deportado para os EUA, onde será julgado.

PORMENORES 
Harém rotativo
Raniere mantinha um grupo de 15 a 20 escravas sexuais em rotação permanente. Mulheres podiam recrutar novas escravas para subirem na hierarquia.

Obrigadas a fazer dieta
As mulheres eram mantidas numa dieta de baixas calorias, por ordem do líder, para permanecerem magras.
FBI Vanguarda Keith Raniere Dominador Albany México Nxivm Dominus Obsequious Sororium Submissas EUA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)