Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Líder russo Vladimir Putin comparado a Kadhafi

Dezenas de milhares de russos saíram para as ruas da capital da Rússia para exigirem a saída de Putin do poder, comparando-o a Kadhafi e Mubarak.

4 de Fevereiro de 2012 às 13:35
A oposição exige a anulação dos resultados das parlamentares de 4 de Dezembro e a realização de novas eleições presidenciais
A oposição exige a anulação dos resultados das parlamentares de 4 de Dezembro e a realização de novas eleições presidenciais FOTO: Reuters

Esta vontade juntou cidadãos dos mais diferentes sectores da política russa. Nunca Moscovo viu bandeiras tão diferentes, cores tão diversas numa manifestação política, nunca uma manifestação juntou tantos opositores de Vladimir Putin, primeiro-ministro e candidato a Presidente da Rússia.

A polícia reconhece que se tratou da maior aglomeração da oposição, mas estima o número de participantes entre 30 e 35 mil pessoas, enquanto os organizadores falam em mais de 130 mil pessoas.

Os adeptos de Vladimir Putin juntaram-se noutro local de Moscovo para se manifestarem contra as "revoluções laranja", cor da revolução democrática na Ucrânia em 2004.

Liberais, representados pelas cores branca, azul e laranja, distribuíram notas de um dólar com o retrato de Hillary Clinton e de cem dólares com o rosto de Obama, respondendo assim à acusação de Putin de que a oposição russa é financiada pelos norte-americanos.

A marcha terminou com um comício onde os oradores apresentaram um caderno reivindicativo. Vladimir Rijkov, um dos organizadores da iniciativa da oposição, lembrou que a oposição exige a anulação dos resultados das parlamentares de 4 de Dezembro e a realização de eleições presidenciais limpas e transparentes. Além disso, exige a libertação de presos políticos e a revisão da lei eleitoral de forma a facilitar os cidadãos e partidos a participarem nas eleições.

As manifestações em Moscovo realizaram-se com temperaturas do ar muito baixas: o termómetro marcava 20 graus negativos.

Rússia Kadhafi MubarakVladimir Putin
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)