Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Líder do Ciudadanos diz estar pronto para governar

Albert Rivera rejeita críticas.
13 de Dezembro de 2015 às 12:53
Uma onda 'laranja' - a cor do Ciudadanos - invadiu este domingo o Palácio de Vistalegre, em Madrid
Uma onda 'laranja' - a cor do Ciudadanos - invadiu este domingo o Palácio de Vistalegre, em Madrid FOTO: Reuters

O líder do Ciudadanos, Albert Rivera, rejeitou este domingo as críticas de que não tem experiência governativa, ironizando que lhe "falta experiência" a criar desemprego, a enviar contas falsificadas a Bruxelas ou a construir aeroportos que ficam vazios.


Uma onda 'laranja' - a cor do Ciudadanos - invadiu este domingo o Palácio de Vistalegre, em Madrid, para o ato central de campanha do partido, um comício que juntou mais de 10 mil pessoas, segundo a organização.


Entre gritos de "Já se nota, já se sente, Albert é presidente", o líder do Ciudadanos - partido que tem vindo a subir nas sondagens e é atualmente o segundo em intenções de voto - recusou "o medo" como forma de gerir Espanha e preferiu falar em esperança.


"Medo vão ter os que vão perder as suas cadeiras, os do Senado, os dos cargos de confiança", disse Rivera, entre aplausos dos milhares de apoiantes - que o interrompiam constantemente - acrescentando que sim, tem medo, mas de que "Espanha seja conformista" ou "governada por conformistas".


"Se ganharmos a 20 de dezembro, vamos dar estabilidade a este país, porque os velhos [partidos, PP e PSOE] querem que tudo fique igual e outros [Podemos] querem mudanças para pior", disse Rivera.


Numa referência velada ao Podemos - que tem ligações políticas ao Syriza e cujos líderes têm ligações económicas ao regime 'Chavista' e de Nicolas Maduro - Rivera disse que Espanha não pode encarar o seu futuro a olhar para a Grécia nem para a Venezuela.

Albert Rivera Ciudadanos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)