Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Liderava seita sexual

Igreja Católica expulsa fundador da comunidade de San Miguel Arcanjo por conduta imoral.
Isabel Faria 22 de Outubro de 2014 às 18:52
Miguel Rosendo, 54 anos, com religiosas da Ordem de San Miguel
Miguel Rosendo, 54 anos, com religiosas da Ordem de San Miguel

A diocese de Tui-Vigo, em Espanha, expulsou o fundador da Ordem de San Miguel Arcanjo, acusado de organizar orgias sexuais e rituais satânicos. Miguel Rosendo, de 54 anos, liderava uma comunidade formada por cinco famílias, entre as quais a sua, e oito religiosas, num espaço fortificado em Oia, Galiza, onde existiam uma piscina de água salgada, um parque infantil, uma torre de pedra e uma capela, na qual decorriam os rituais.

O escândalo foi denunciado por duas religiosas e a comunidade encerrada em março, após um ano de investigação interna.

Ao jornal ‘El Mundo’, Begoña M., que com o marido e o filho seguiu a ordem por 15 anos, contou: "Miguel Rosendo criou um éden de religiosas (....). Sentava-se com as meninas e acariciava-as (…) Culpava-nos da morte de uma filha, que morreu aos quatro meses."

Miguel Rosendo Oia Galiza Espanha fundador Ordem San Miguel Arcanjo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)