Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Líderes catalães pedem para serem libertados

Os dez detidos prometem respeitar a lei mas o Ministério Público diz que não basta.
Francisco J. Gonçalves 2 de Dezembro de 2017 às 09:58
Junqueras foi a tribunal garantir que aceita a aplicação do artigo 155
Oriol Junqueras
Protestos na Catalunha
Protestos na Catalunha
Junqueras foi a tribunal garantir que aceita a aplicação do artigo 155
Oriol Junqueras
Protestos na Catalunha
Protestos na Catalunha
Junqueras foi a tribunal garantir que aceita a aplicação do artigo 155
Oriol Junqueras
Protestos na Catalunha
Protestos na Catalunha
O Ministério Público (MP) pediu esta sexta-feira ao Supremo Tribunal que mantenha detidos o ex-vice-presidente Catalão, Oriol Junqueras, os sete conselheiros do governo destituído e os líderes das organizações separatistas Ómium e ANC. O pedido foi apresentado no dia em que os líderes separatistas foram apresentar ao juiz Pablo Llarena razões para fundamentar a sua libertação.

Junqueras foi o primeiro a depor e recusou responder às perguntas do Ministério Público. Só dois dos dez detidos responderam às questões da acusação.

A audiência foi realizada a pedido dos detidos, que alegaram, em carta ao tribunal, "que aceitam a aplicação do artigo 155 da Constituição" e prometem apostar no "diálogo" sobre a independência da Catalunha dentro dos parâmetros legais.

Na opinião do MP tal compromisso não basta para revogar a prisão incondicional imposta aos dez líderes catalães, pois não dá garantias sobre a não reincidência nos delitos que justificaram a detenção.

A decisão sobre a eventual libertação condicional dos detidos será divulgada na próxima segunda-feira.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)