Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Litvinenko acusado de conspiração

Um ex-espião russo afirmou esta segunda-feira que Alexandre Litvinenko, antigo espião que morreu envenenado em Londres em Novembro de 2006, planeava assassinar Putin e desencadear vários atentados terroristas.
2 de Julho de 2007 às 11:52
Viatcheslav Jarko, que afirmou ter sido recrutado pelos serviços britânicos do MI6, revelou que Litvinenko teria anunciado que “o fim Putin (Presidente da Rússia) estaria próximo”. A justificação para este acto prende-se com a necessidade de dinheiro do ex-espião russo, já que o magnata russo refugiado no Reino Unido ter-lhe-ia “costado a mesada”.
Jarko revelou ainda que Litvinenko lhe confessara “que estavam em preparação actos terroristas que iriam abalar toda a Rússia e o mundo”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)