Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

lrão acusado de ataques

Israel ordenou ontem o reforço da segurança das suas embaixadas e comunidades em todo o mundo, após dois atentados contra representantes diplomáticos na Índia e na Geórgia. O chefe do governo israelita, Benjamin Netanyahu, não tem dúvidas: os ataques têm marca do Irão e do Hezbollah.

14 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Uma viatura diplomática israelita explodiu em Nova Deli
Uma viatura diplomática israelita explodiu em Nova Deli FOTO: Harish Tyagi/Epa

Em Nova Deli (capital da Índia) uma bomba numa viatura diplomática israelita causou quatro feridos, incluindo a mulher de um alto funcionário. Na capital da Geórgia, Tiblisi, a polícia desactivou a tempo outro engenho explosivo, também num carro diplomático.

Teerão nega responsabilidades nos incidentes que parecem inserir-se na ‘guerra secreta’ entre Israel e Irão, cujo programa nuclear tem sido alvo de retaliações, incluindo mortes de cientistas. Acrescente-se que fonte militar dos EUA afirma que os iranianos têm barcos para serem usados em ataques suicidas no Golfo Pérsico.

IRÃO ATAQUES TELAVIVE TEERÃO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)