Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Lukashenko: “Antes ditador que homossexual”

O presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, comentou esta segunda-feira as sanções impostas pela União Europeia ao país dizendo que prefere ser ditador a homossexual.
5 de Março de 2012 às 18:29
Alexander Lukashenko já tinha criticado o ministro alemão pela sua orientação sexual
Alexander Lukashenko já tinha criticado o ministro alemão pela sua orientação sexual FOTO: Reuters

Lukashenko referia-se ao ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, Guido Westerwelle, que assumiu a sua orientação sexual, e que tinha criticado duramente as restrições impostas pelo regime de Lukashenko, considerando-o o “último ditador da Europa”.

“Antes ditador que homossexual”, respondeu o chefe de Estado bielorrusso, referindo-se ao ministro alemão.

Esta não é a primeira vez que Lukashenko critica a homossexualidade de Westerwelle. Em 2011, o presidente bielorrusso aconselhou-o a “levar uma vida normal”.    

A UE acusa o regime Lukashenko, no poder desde 1994, de “violar os direitos humanos e reprimir a sociedade civil”.

alexander lukashenko bielorrússia regime ministro alemanha guido westerwelle
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)