Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Lula da Silva acusado por doações ilícitas

Ex-presidente novamente indiciado por corrupçã. Odebrecht financiou Instituto Lula com dinheiro sujo.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 28 de Dezembro de 2019 às 11:44
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
Lula da Silva
O ex-presidente brasileiro Lula da Silva foi indiciado por corrupção num novo processo, desta feita relativo a doações ao instituto que tem o seu nome. As doações em causa foram feitas pela construtora Odebrecht de forma legal, mas, de acordo com a Polícia Federal, a origem dos fundos é ilícita.

Entre dezembro de 2013 e março de 2014, a Odebrecht fez várias doações ao Instituto Lula, em São Paulo, totalizando 888 mil euros, e declarou-as legalmente. Mas, para a Polícia Federal, essas doações tiveram origem em atos de corrupção, pois o dinheiro terá saído de um saco azul criado pela Odebrecht para Lula e o PT.

Esta é a segunda vez que Lula é indiciado num processo ligado ao instituto. No outro caso, em que a Odebrecht é acusada de ter comprado um terreno de 2,6 milhões de euros para a construção da sede do instituto numa zona de São Paulo com a qual Lula não concordou, o processo já tramitou na Justiça e o juiz pode decretar a sentença a qualquer momento.

Além destes casos, o ex-PR é arguido em vários outros processos e já foi condenado em dois deles a mais de 12 anos de cadeia cada. Lula chegou a cumprir 580 dias de prisão, mas foi libertado em novembro depois de o Supremo Tribunal Federal ter decidido que condenados só podem ser presos após esgotados todos os recursos.
Lula da Silva São Paulo Polícia Federal Odebrecht crime lei e justiça política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)