Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Luz para carregar telemóveis no Haiti

Uma empresa de telecomunicações holandesa não ficou indiferente à tragédia no Haiti e decidiu doar mil telemóveis que funcionam a energia solar, noticiou o jornal inglês 'The Telegraph'.
7 de Fevereiro de 2010 às 15:26
No Haiti, uma em três pessoas tem telemóvel
No Haiti, uma em três pessoas tem telemóvel FOTO: Agência

Na sequência do sismo que abalou o Haiti no passado dia 12 de Janeiro, as redes telefónicas também foram afectadas, tendo ficado sem funcionar durante alguns dias. Algumas, porém, passadas apenas 24 horas já estavam activas. A grande preocupação das pessoas não foi, portanto, ficar incontactável, mas sim manter os telemóveis com as baterias carregadas.

Relembre-se que muitas pessoas só foram salvas porque enviaram mensagens escritas enquanto se encontravam presas debaixo de edifícios destruídos.

Estes factos foram tomados em conta pelas empresas, e analisados com o intuito de serem tornados rentáveis.

Foi neste contexto, então, que a empresa de telecomunicações holandesa Intivation chegou à conclusão que seria importante desenvolver uma forma de tornar possível o carregamento das baterias dos telemóveis, através de energia solar. Criaram, para o efeito, telemóveis que funcionam a energia solar.

Para além da questão ecológica, a grande mais-valia dos telemóveis desta empresa em concreto, é o facto de terem sido concebidos de modo a que a sua autonomia, mesmo num dia cinzento, seja  20 vezes superior a qualquer outra que funcione a energia solar.

Esta ideia destina-se maioritamente a países com recursos escassos, nomeadamente, ao nível da rede eléctrica, como é o caso do Haiti, por ser um país muito pobre.

Ver comentários