Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Macau: Criminalidade violenta subiu 18,5% em 2011

A criminalidade violenta em Macau sofreu um aumento de 18,5% em 2011, impulsionada pela subida significativa do número de casos como a extorsão, anunciou esta terça-feira o Secretário para a Segurança, Cheong Kuoc Vá.

14 de Fevereiro de 2012 às 12:19
Secretário para a Segurança promete recrutar mais agentes e prevê um aumento do subsídio suplementar dos oficiais
Secretário para a Segurança promete recrutar mais agentes e prevê um aumento do subsídio suplementar dos oficiais FOTO: Reuters

De acordo com os dados avançados pelo responsável, durante o ano passado foram contabilizados 12.512 crimes, dos quais 648 integram a criminalidade violenta, número que face a 2010 corresponde a um aumento de 18,5%.

Grande parte dos delitos cometidos durante 2011 refere-se a crimes contra o património, incluindo roubo, extorsão, furto e usura, cujo valor global subiu 16,2% comparativamente a 2010.

Segundo Cheong Kuoc Vá, os furtos sofreram um crescimento de 20,1% para 4605 casos, sendo de realçar a subida superior a 51% dos delitos de furto em residência por arrombamento.

Em contrapartida, os crimes contra a pessoa (19,4% do total) diminuíram 1,7% face ao ano de 2010.

Apesar do aumento da criminalidade violenta, o Secretário para a Segurança refere que Macau continua a ser uma cidade segura e promete "reforços" ao nível das patrulhas, bem como do policiamento de proximidade.

De modo a fazer face ao aumento de visitantes, mais de 28 milhões registados no final de 2011, as Forças de Segurança visam recrutar mais agentes. No entanto, ainda não existe uma estimativa em termos dos recursos humanos que serão necessários.

O Secretário reiterou ainda que, no primeiro semestre deste ano, deverá ser entregue uma proposta de lei que prevê um aumento do subsídio suplementar dos agentes com vista a tornar as carreiras mais atractivas.

China Macau Criminalidade Violenta Polícia Segurança Turistas Crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)