Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Macron e Theresa May apelam a uma interdição reforçada das armas químicas

O presidente francês e a primeira-ministra britânica apelaram este domingo à comunidade europeia.
Lusa 29 de Abril de 2018 às 12:30
Theresa May e Emmanuel Macron
Theresa May e Emmanuel Macron FOTO: Reuters

O Presidente francês Emmanuel Macron e a primeira-ministra britânica Theresa May apelaram este domingo à comunidade internacional, para que esta reforce a interdição das armas químicas.

"Pela ocasião do 21.º aniversário da convenção sobre a interdição das armas químicas e depois dos acontecimentos de Douma e Salisbury, Theresa May e eu apelamos à comunidade internacional para que reforce a interdição dessas armas de destruição massiva", avançou Macron, através da rede social 'Twitter'.


A primeira-ministra britânica, também escreveu: "Há 21 anos que a convenção para a interdição de armas químicas baniu o seu uso, desenvolvimento e produção destas armas terríveis. Macron e eu reafirmamos este acordo a apelamos às outras nações para que se juntem nesta posição firme".


Presidente Theresa May Emmanuel Macron distúrbios guerras e conflitos questões sociais armamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)