Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Maduro diz que Chávez lhe apareceu como passarinho

Nicolás Maduro garante que Hugo Chávez, falecido ex-presidente da Venezuela, lhe apareceu em forma de passarinho, e os dois comunicaram por assobios.
3 de Abril de 2013 às 12:00

O presidente interino da Venezuela, Nicolás Maduro, candidato governamental às presidenciais do próximo dia 14, voltou a surpreender com mais uma declaração que envolve o seu antecessor e mentor político, Hugo Chávez, que morreu com cancro há um mês. Maduro garantiu que o falecido ex-presidente lhe apareceu na forma de um pequeno passarinho e que os dois comunicaram por assobios.

"Eu estava a rezar numa capela e, de repente, entrou um passarinho, pequenino, deu três voltas sobre a minha cabeça, parou numa viga de madeira e começou a cantar. Era um assobio lindo", narrou Maduro, que visitava a casa onde Hugo Chávez nasceu, em Sabaneta, no estado Barinas: "Fiquei a ouvir e depois também cantei para ele. Se tu cantas, eu também canto, disse para ele. E cantei."

Maduro, escolhido pelo próprio Chávez como seu sucessor e herdeiro político, fez essas declarações rodeado por familiares do ex-presidente, entre eles os irmãos. O presidente interino, que afirmou estar sozinho na capela quando aconteceu a suposta aparição, assegurou não ter dúvidas de que o passarinho era o ex-presidente.

"O passarinho cantou mais um pouquinho, deu uma volta e foi embora. E eu senti o espírito de Chávez", acrescentou Maduro, lembrando que a alegada aparição ocorreu exactamente no dia em que se iniciou a campanha eleitoral, terça-feira, e concluiu :"Eu senti-o (a Hugo Chávez) como uma benção. Eu senti que ele dizia, hoje começa a batalha rumo à vitória, e vocês têm a minha benção. Eu senti com a minha alma."

Venezuela Hugo Chávez Nicolas Maduro passarinho presidente assobio
Ver comentários