Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Mãe chora e pede que ex-marido acusado de matar os cinco filhos não seja condenado à morte

Em tribunal a mulher falou em 'nome dos filhos' e disse que estes "amavam" o pai.
12 de Junho de 2019 às 16:30
Amber diz que os filhos amavam o pai
Amber diz que os filhos amavam o pai
Amber diz que os filhos amavam o pai
Amber diz que os filhos amavam o pai
Amber diz que os filhos amavam o pai
Amber diz que os filhos amavam o pai
Amber diz que os filhos amavam o pai
Amber diz que os filhos amavam o pai
Amber diz que os filhos amavam o pai
A mãe dos cinco filhos assassinados pelo pai em agosto de 2014 pediu, esta terça-feira, que o Tribunal da Carolina do Sul não condenasse o ex-companheiro à pena de morte porque os filhos "amavam-no".

O crime ocorreu na habitação da família, perto de Lexington, no estado do Kentucky, nos Estados Unidos. Tim Jones, de 37 anos, foi condenado em maio de 2019 por matar os cinco filhos, com idades compreendidas entre o um e os oito anos.  

Segundo o canal de televisão norte-americano BBC, o homem terá ficado furioso quando viu um dos filhos a brincar com uma tomada. Após matar o menino de seis anos, Tim decidiu estrangular os outros quatro filhos.

De seguida o homem embrulhou os corpos numa lona de plástico, colocou-os no carro e conduziu durante nove horas. Acabou por abandonar os cadáveres numa zona rural no estado do Alabama.

Durante o julgamento de Tim Jones, Amber Kyzer afirmou que não queria que o ex-marido fosse condenado à pena de morte porque apesar das "atrocidades" que cometeu a mulher afirmou estar a falar "em nome dos filhos" e que estes "amavam" o pai.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)