Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Mãe teme que filho violento se torne um assassino

Caroline Lewis diz que o filho autista, de nove anos, lhe bate todos os dias.
16 de Abril de 2017 às 21:03
Criança
Criança de costas
Criança
Criança de costas
Criança
Criança de costas
A mãe de uma criança autista de nove anos revelou que teme que seu filho violento se torne um assassino, acrescentando que ele a ataca todos os dias.

Caroline Lewis, de 50 anos, disse ao jornal The Sun que o seu filho mais novo Paulie teve problemas comportamentais desde muito novo e revelou que esfaqueou um gato com um garfo quando tinha apenas dois anos. Paulie já bateu com um bastão de cricket na mãe, partiu o polegar de um professor durante um episódio explosivo e já tentou estrangular alguns colegas.

Durante os ataques violentos, Paulie ameaçou matar a mãe e professores, mas estes episódios terminam com o menino confuso implorando para que a mãe acabe com a sua vida.

Desesperada, Caroline quer que o filho fique num internato especializado durante três anos. Paulie já foi permanentemente excluído da escola.


Caroline Lewis The Sun Paulie autismo agressões violência
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)