Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Magnata do Sri Lanka preso por suspeitas de ter ajudado os dois filhos no massacre

Os dois irmãos que se fizeram explodir em hotéis de luxo estudaram no estrangeiro antes de se tornarem radicais islâmicos.
26 de Abril de 2019 às 17:25
Inshaf Ibrahim é um dos irmãos
Ilham atacou no Shangri-La
Inshaf Ibrahim é um dos irmãos
Ilham atacou no Shangri-La
Inshaf Ibrahim é um dos irmãos
Ilham atacou no Shangri-La

Um abastado magnata de especiarias do Sri Lanka foi preso e acusado de ter ajudado seus dois filhos a realizarem dois dos bombardeios do domingo de Páscoa em Colombo, segundo autoridades.

O porta-voz da polícia, Rowan Gunasekera, disse à CNN na quinta-feira que Mohammad Yusuf Ibrahim estava sob custódia das autoridades.

O empresário está entre cerca de 70 pessoas que foram presas por suspeitas de ligação aos atentados de domingo.

Ibrahim é o fundador da Ishana Exports, que vende especiarias como pimenta preta, pimenta branca, noz-moscada, cravo e baunilha. Segundo o site da empresa, tem sido o "maior exportador de especiarias do Sri Lanka desde 2006".

Os dois irmãos que se fizeram explodir em hotéis de luxo
Foram reveladas as primeiras fotos de dois dos bombistas suicidas. Trata-se dos irmãos Inshaf e Ilham Ibrahim, autores das explosões que massacraram dezenas de turistas nos hotéis de luxo Shangri-La e Cinnamon Grand, em Colombo.

São filhos de um empresário que fez fortuna com a exportação de especiarias e terão ambos estudado no estrangeiro antes de se tornarem radicais islâmicos. Eles e os outros bombistas juraram fidelidade ao líder do Daesh.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)