Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Mahsa Amini morreu após ser detida pela polícia. Relatório médico agora divulgado atribui a morte a doença

Autoridades referiram que óbito não foi causado por golpes.
Lusa 7 de Outubro de 2022 às 15:10
Mahsa Amini, 22 anos, morreu num hospital, na 6ª-feira (dia 16)
Mahsa Amini, 22 anos, morreu num hospital, na 6ª-feira (dia 16) FOTO: REUTERS
As autoridades iranianas afirmaram esta sexta-feira que a morte de Mahsa Amini não foi provocada por "golpes" mas por sequelas de uma doença, três semanas após o início das manifestações motivadas pela morte da jovem durante a sua detenção.

Detida em 13 de setembro pela polícia da moralidade em Teerão por ter infringido o estrito código sobre o uso de vestuário feminino previsto nas leis da República islâmica, em particular o uso do véu, esta curda iraniana morreu três dias mais tarde no hospital.

Diversos militantes da oposição afirmaram que foi ferida na cabeça durante a sua detenção. As autoridades iranianas desmentiram qualquer contacto físico entre a polícia e a jovem mulher e referiram que aguardavam o resultado do inquérito.

Mahsa Amini crime lei e justiça polícia questões sociais prisão morte
Ver comentários