Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Mais de 11 militares egípcios mortos em ataque a leste do canal do Suez

Porta-voz das Forças Armadas egípcias assegurou que "os terroristas estão a ser perseguidos" e se esconderam "em zonas isoladas" da península do Sinai
Lusa 7 de Maio de 2022 às 16:43
Canal do Suez, Egito
Canal do Suez, Egito
Pelo menos 11 soldados egípcios morreram este sábado num ataque de radicais a leste do canal de Suez, anunciou fonte militar, no que é considerado um dos piores ataques contra as forças de segurança nos últimos anos.

"Um grupo de Takfiris (radicais) atacou uma estação de bombeamento de água a leste do canal de Suez, e o ataque foi repelido pelos encarregados de trabalhar nesta estação, o que causou a morte de um oficial e dez soldados, além de cinco pessoas feridas", de acordo com um comunicado do porta-voz das Forças Armadas egípcias, Gharib Abdelhafez, publicado na rede social Facebook.

O porta-voz assegurou que "os terroristas estão a ser perseguidos" e se esconderam "em zonas isoladas" da península do Sinai, onde as forças de segurança realizam uma campanha contra o terrorismo desde fevereiro de 2018 contra movimentos como o Wilayat Sina, ramo egípcio do grupo extremista Estado Islâmico (EI).

Suez política defesa forças armadas
Ver comentários