Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Mais de mil peregrinos judeus impedidos de entrar na Ucrânia

Judeus hassídicos estão a chegar da França e do Reino Unido e esperam poder participar na peregrinação em Ouman.
Lusa 16 de Setembro de 2020 às 12:36
A ação judicial foi motivada pela distribuição de textos do ultranacionalista ucraniano Dmitro Korchinsky
A ação judicial foi motivada pela distribuição de textos do ultranacionalista ucraniano Dmitro Korchinsky FOTO: Reuters
Mais de mil peregrinos judeus estão bloqueados na fronteira entre a Bielorrússia e a Ucrânia devido às restrições contra a propagação da covid-19 e os grupos continuam a chegar à zona, avisaram esta quarta-feira as autoridades dos dois países.

De acordo com as autoridades ucranianas e bielorrussas, os judeus hassídicos estão a chegar da França e do Reino Unido e esperam poder participar na peregrinação em Ouman, centro da Ucrânia, mas encontram-se bloqueados "na terra de ninguém" entre os dois Estados devido ao encerramento das fronteiras ucranianas.

Muitos peregrinos viajaram através da Bielorrússia convencidos de que podiam contornar as imposições sanitárias proclamadas por Kiev. 

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ucrânia Bielorrússia religião política diplomacia relações internacionais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)