Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Mais dois imolados pelo fogo

Um homem imolou-se esta segunda-feira pelo fogo em frente à Assembleia do Povo no Cairo, Egipto, tendo sido levado para o hospital depois de a polícia ter apagado as chamas.
17 de Janeiro de 2011 às 14:20

As razões para o seu acto são ainda desconhecidas. Também no continente africano, um outro homem imolou-se hoje na Mauritânia, perto da Presidência da República, na capital Nouakchott, depois de avisar jornalistas de que ia fazê-lo por estar descontente com o regime.

Segundo testemunhas, Yacoub Dahoud, de 43 anos, estacionou o seu carro junto à presidência e imolou-se no interior do veículo. A polícia interveio com rapidez e retirou o homem com vida. Dahoud foi transportado para o hospital com queimaduras na cara e nos pés. Em um mês já houve quatro imolações pelo fogo, sempre em países do norte de África.

Na Argélia, um homem que se tinha imolado pelo fogo no sábado, numa  cidade próxima da fronteira com a Tunísia, morreu ontem. E a 17 de dezembro, um vendedor ambulante tunisino de 26 anos, Mohamed  Bouazizi, imolou-se pelo fogo para protestar contra a apreensão da sua mercadoria, desencadeando os motins que resultaram na fuga do Presidente da Tunísia Zine el Abidine Ben Ali na passada sexta-feira.

Ver comentários