Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

MANDELA: EUA QUEREM HOLOCAUSTO

O antigo presidente da república sul-africano, Nelson Mandela, criticou ontem, durante o seu discurso no Fórum Internacional da Mulher, a posição norte-americana sobre o Iraque, dizendo que “uma superpotência com um presidente sem visão, que não consegue pensar propriamente, quer agora mergulhar o mundo num holocausto”.
31 de Janeiro de 2003 às 16:12
MANDELA: EUA QUEREM HOLOCAUSTO
MANDELA: EUA QUEREM HOLOCAUSTO
Mandela acrescentou que “se há algum país que já tenha cometido atrocidades inqualificáveis no mundo, é os Estados Unidos da América”.

O carismático líder africano, de 84 anos, laureado no passado com o prémio Nobel da paz, argumentou que o presidente norte-americano apenas estará interessado no petróleo iraquiano, sublinhando que George W. Bush e o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, estão a minar todo um trabalho das Nações Unidas. Num dos pontos marcantes do seu discurso, Mandela deixou uma questão no ar: “Será por o secretário-geral da ONU ser actualmente um homem negro?”, referindo-se a Kofi Annan.

Em consonância, disse ainda que apoiará sem reservas qualquer acção contra o Iraque desde que acordada pelas Nações Unidas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)