Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

MANIFESTANTES PERSEGUIRAM BUSH ATÉ AO FIM

Durante toda a visita de quatro dias ao Reino Unido, o presidente norte-americano, George W. Bush, e sua mulher, Laura, tiveram a ruidosa companhia dos manifestantes, que fizeram questão de estar presentes até em Sedgefield, onde o primeiro-ministro britânico, Tony Blair, recebeu os seus ilustres convidados.
22 de Novembro de 2003 às 00:00
O casal Bush despediu-se da rainha Isabel II durante a manhã de ontem numa cerimónia oficial que decorreu no Palácio de Buckingham.
Logo a seguir, deslocou-se de helicóptero para a aldeia de Trimdon Colliery, no Nordeste da Inglaterra, onde Tony Blair e sua mulher, Cherie, ofereceram, na casa que ali têm, um chá aos seus convidados.
Blair não costuma receber convidados oficiais nesta sua casa de aldeia (designada Myorbella), situada no círculo eleitoral de Sedgefield, pelo qual foi eleito deputado, mas abriu uma excepção para o casal Bush, que o recebeu no seu retiro de Canp David e no rancho de Crawford aquando da sua estada nos EUA.
Após o chá, os dois casais almoçaram no pub Dun Cow, enquanto os manifestantes gritavam ‘slogans’ de protesto junto à igreja.
Foi montada uma operação policial de mais de um milhão de libras em Sedgefield, que estava praticamente paralisada pela segurança.
Antes de entrar no pub, onde comeram uma sopa de alho porro, peixe e batatas fritas e pudim, Bush pôde cumprimentar alguns residentes .
Recorde-se que na quinta-feira, 100 mil manifestantes juntaram-se na Trafalgar Square para derrubar uma estátua de George W. Bush. Não houve incidentes violentos a registar, tendo a Polícia detido 77 pessoas. Depois da visita privada a Sedgefiel, o casal Bush partiu para Washington, ao final da tarde, do aeroporto de Tesside.
Ver comentários