Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Maoistas atacam campo de refugiados

Centenas de rebeldes maoistas atacaram esta segunda-feira, o campo de refugiados Errabore no distrito de Dantewada, no Estado de Chattisgarh, Índia, e duas esquadras da polícia fazendo, até ao momento, 25 mortos, mais de 50 feridos e pelos menos 100 desaparecidos.
17 de Julho de 2006 às 13:18
De acordo com fontes policiais, cerca de 800 rebeldes atacaram primeiro as esquadras e logo depois entraram no campo de refugiados, munidos com armas automáticas. O grupo comunista, conhecido como Naxalitas, ateou fogo pelo menos a 20 casas e matou maioritariamente elementos do Grupo Salwa Judum, um movimento formado pelo governo contra os maoistas que inclui membros de tribos locais e activistas.
Centenas de polícias estatais e federais foram enviados para Dantewada, de modo a auxiliar nas buscas pelos desaparecidos e na captura dos rebeldes. Muitos dos feridos graves foram trasportados para o estado vizinho de Andhra Pradesh para receberem tratamento.
O campo governamental alberga milhares de habitantes que tentam escapar aos ataques dos rebeldes que só este ano já fizeram cerca de 500 mortos. O grupo comunista que deu início à sua luta há mais de duas décadas, reivindica um estado comunista independente e trabalho para milhares de camponeses e agricultores pobres.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)