Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

MARINE DE ORIGEM ÁRABE LIBERTADO NO IRAQUE

O ‘marine’ de origem árabe Wassef Ali Hassoun está bem de saúde e foi libertado às primeiras horas desta terça-feira no Iraque. Nos últimos dias chegou a ser anunciado que o militar norte-americano havia sido decapitado pelos seus raptores, mas o irmão do soldado disse ter recebido garantias sólidas de que ele estava em liberdade.
6 de Julho de 2004 às 14:29
Wassef Ali Hassoun nasceu na Líbia e emigrou para os EUA há quatro anos, onde se naturalizou e optou pela carreira militar. Colocado na frente de guerra iraquiana, o ‘marine’ desapareceu há dias, tendo sido raptado por guerrilheiros da resistência iraquiana. O seu desaparecimento foi confirmado pelo comando da unidade a que pertence, que não quis, no entanto, confirmar a informação de que o soldado teria sido atraído para fora da base por uma mulher.
Nos últimos dias surgiram em diversos ‘sites’ islâmicos comunicados a anunciar a decapitação do refém, apesar dos insistentes apelos feitos por familiares a partir de Tripoli, Líbia. Ontem, no entanto, o Movimento da Resposta Islâmica anunciou, ao final do dia, que Wassef Ali Hassoun tinha sido transferido para lugar seguro, depois de renunciar à sua carreira militar nas forças norte-americanas. O irmão anunciou ter recebido informações credíveis de que o soldado havia sido libertado no Iraque e está bem de saúde.
Ver comentários