Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Mata namorada, mãe e irmã por se recusar a fazer pequeno-almoço e tranças

Avó do suspeito acabou por incriminar o jovem, acusando-o do triplo homicídio.
Correio da Manhã 7 de Novembro de 2020 às 13:26
Mata namorada, mãe e irmã por lhe recusarem a fazer pequeno-almoço e tranças
Mata namorada, mãe e irmã por lhe recusarem a fazer pequeno-almoço e tranças FOTO: Direitos Reservados
Um homem de 25 anos de Chicago, nos EUA, foi detido e acusado da morte da namorada, da mãe e irmã desta depois da companheira se ter recusado a cozinhar-lhe o pequeno-almoço. Matthews e a namorada, Shonta Harris, mantinham uma relação há dois anos até ao dia em que o homem terá explodido num ato de raiva, em junho passado, e atacado a companheira por esta se recusar a fazer o pequeno-almoço e a fazer-lhe uma trança. Atacou-a e não parou mesmo depois da jovem gritar por socorro. Acabou esmurrada num olho. 

A mulher pediu ajuda à mãe mas Matthews acabou por lhe roubar o telemóvel. Foi a avó do agressor que permitiu que Harris pedisse ajuda através do seu telemóvel. A mãe e irmã da vítima deslocaram-se a casa para resgatar Harris mas, num ato de loucura, Matthews terá pegado na arma e disparado sete vezes contra a mãe da namorada e uma vez no peito da companheira.

A irmã de Shonta ainda conseguiu fugir para pedir ajuda mas foi perseguida por Matthews que a viria a balear na cabeça. Não resistiu aos ferimentos. A mãe e a irmã de Shonta Harris foram declaradas mortas no local do crime. A jovem resistiu durante três meses mas viria a perder a vida no passado mês de setembro.

Foi a avó de Matthews que acabou por incriminar o jovem, acusando-o do triplo homicídio.
Ver comentários