Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Mata pai e irmão após ‘nega’ de dinheiro para álcool

Uma jovem matou o pai e o irmão, de três anos, no sábado, no distrito de Manica, centro do país, depois de lhe ter sido negado dinheiro para comprar álcool, disse à Lusa fonte policial.
9 de Abril de 2012 às 13:23
Incêndio causou ainda três feridos, que receberam assistência hospitalar
Incêndio causou ainda três feridos, que receberam assistência hospitalar FOTO: Manuel Moreira

Belmiro Mutadiua, porta-voz do comando provincial da polícia em Manica, disse que a jovem ateou fogo à casa quando a família dormia, tendo morrido carbonizados o pai e o irmão mais novo, além de outros três membros da família terem ficado feridos.

"Ateou fogo na casa porque não lhe havia sido dado o dinheiro que pediu para comprar álcool para celebrar as festividades do dia da mulher moçambicana. Foi a única razão evocada", explicou à Lusa Belmiro Mutadiua, avançando estar preocupado com casos de fogo posto naquele distrito fronteiriço.

Os três membros que ficaram feridos continuam a receber cuidados médicos no hospital local.   

"Já foi lavrado um processo-crime contra a jovem, que vai responder por homicídio qualificado, por morte de dois parentes. O processo avançou para a procuradoria e vai seguir os seus trâmites", disse à Lusa Belmiro Mutadiua.  

Este é o segundo caso de fogo posto que provoca mortos no distrito de Manica em menos de duas semanas. Nas vésperas do lançamento da semana da mulher, uma senhora ateou fogo na casa da alegada amante do marido, matando um bebé de sete meses, que faleceu carbonizada no interior da casa.

homicídio pai irmão moçambique manica polícia álcool
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)