Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Matança em restaurante

Homem “mentalmente instável” começou a disparar.
Ricardo Ramos 25 de Fevereiro de 2015 às 08:39
Polícia afastou a hipótese de ataque terrorista
Polícia afastou a hipótese de ataque terrorista FOTO: Reuters

Um homem armado matou ontem a tiro oito pessoas num restaurante da pequena localidade de Uhersky Brod, na República Checa. A polícia afastou a hipótese de terrorismo e adiantou que o atirador, que se suicidou, era um indivíduo "mentalmente instável".

O homem, que não foi identificado, telefonou antes do ataque para uma estação de TV local a queixar-se de "perseguição" e de "falta de ajuda das autoridades" e a dizer que ia "fazer justiça pelas próprias mãos". A polícia foi avisada, mas já não chegou a tempo de impedir o massacre.

Segundo testemunhas, o atirador, que teria cerca de 60 anos, entrou no restaurante e desatou imediatamente a disparar sobre os clientes, suicidando-se com um tiro na cabeça antes da chegada da polícia.

Uhersky Brod República Checa crime lei e justiça crime distúrbios mentais homicídio restaurante suicídio
Ver comentários