Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Matou pais pelo dízimo

Um casal de idosos, Joana Borges da Silva, de 104 anos, e Lourival Rodrigues da Silva, de 85, foi torturado e assassinado pela filha adoptiva, Lineusa Rodrigues da Silva, de 24 anos, por recusar dar mais dinheiro para a Igreja Universal do Reino de Deus da cidade de Timon, no estado brasileiro do Maranhão, que a rapariga frequentava. Segundo a polícia, que incriminou Lineusa, esta alegou precisar de dinheiro para pagar dízimos que lhe eram cobrados pelos pastores.
29 de Abril de 2010 às 00:30
Uma assembleia de culto da IURD frequentada pela suspeita
Uma assembleia de culto da IURD frequentada pela suspeita FOTO: direitos reservados

Nos corpos dos idosos, mortos a golpes de machado, foram encontradas marcas de cortes e perfurações de faca e as mãos foram decepadas com um serrote. De acordo com a polícia e os vizinhos, Lineusa já há muito maltratava os pais, exigindo cada vez mais dinheiro para dar à IURD. Responsáveis da igreja negaram no entanto que estivessem a pressionar Lineusa, que há meses não frequentava os cultos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)