May recolhe apoios de última hora para "único" acordo de saída possível

Se o acordo de 'Brexit' for chumbado na próxima terça-feira, May terá que apresentar, num prazo de 21 dias, planos alternativos.
06.12.18
  • partilhe
  • 3
  • +
A primeira-ministra britânica indicou esta quinta-feira estar a negociar com os deputados conservadores concessões de última hora sobre o seu polémico acordo de 'Brexit', para reduzir a dimensão ou evitar a derrota quando o texto for votado, na terça-feira.

Tanto Theresa May como o ministro da Economia, Philip Hammond, o seu principal aliado no Governo, sublinharam que o acordo alcançado com Bruxelas para regular a saída do Reino Unido da União Europeia (UE) e definir a futura relação bilateral "é o melhor e o único possível", como a UE também sustenta.

Em declarações à estação televisiva pública britânica BBC, a líder conservadora revelou que está a estudar, com os deputados do seu partido, que o parlamento tenha um papel maior quanto à aplicação da cláusula de segurança para a fronteira entre a Irlanda do Norte e a Irlanda, o aspeto mais criticado do texto aprovado pelos Vinte e Sete a 25 de novembro.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!