Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Mbeki mantém ministra alcoólica

O presidente sul-africano Thabo Mbeki assegurou ontem que não tenciona demitir a ministra da Saúde Manto Tshabalala-Msimang, acusada por um jornal britânico de ser uma alcoólica inveterada que se aproveitou da sua posição no governo para obter um transplante de fígado, passando à frente de milhares de pessoas em lista de espera.
21 de Agosto de 2007 às 00:00
Manto está sob fogo
Manto está sob fogo FOTO: Epa
“O presidente não vai despedir ninguém por causa de uma notícia num jornal”, assegurou fonte da Presidência sul-africana, um dia depois de o jornal britânico ‘Sunday Times’ ter noticiado que Tshabalala-Msimang é alcoólica há muitos anos, e continuou a sê-lo após o transplante hepático a que foi submetida no ano passado.
Segundo o jornal, que afirma ter na sua posse os registos médicos de Tshabalala-Msimang, a ministra sofria de cirrose crónica devido a décadas de abuso do álcool, e usou a sua posição no Ministério para passar à frente de milhares de pessoas que aguardavam um transplante de fígado. Ainda por cima, de acordo com as regras em vigor no país, ela nunca teria tido direito a um transplante se fosse uma cidadã anónima, uma vez que estes não estão disponíveis para alcoólicos crónicos.
No entanto, logo após a operação, a ministra “recomeçou a beber”, segundo afirma o jornal, que adianta ainda que Tshabalala-Msimang foi condenada em 1976, quando trabalhava num hospital do Botswana, por ter roubado o relógio de um paciente anestesiado. Na sequência deste incidente, foi despedida e proibida de trabalhar no país durante dez anos.
O Ministério da Saúde considerou as alegações como “falsas, especulativas e bizarras”, mas a oposição sul-africana já veio exigir a demissão imediata da ministra. Tshabalala-Msimang é conhecida no seu país como ‘Doutora Beterraba’, por defender o uso do da beterraba e do alho como ‘remédio’ contra a sida.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)