Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

McCain apela a ataques dos EUA contra Damasco

O influente senador republicano John McCain apelou nesta segunda-feira a ataques aéreos dos Estados Unidos contra as forças sírias para proteger as populações e criar zonas de segurança para os opositores do regime.
5 de Março de 2012 às 20:49
"Na Síria, as forças da oposição necessitam urgentemente de se proteger do cerco dos tanques e da artilharia de Assad nas muitas cidades onde ainda se combate", disse
'Na Síria, as forças da oposição necessitam urgentemente de se proteger do cerco dos tanques e da artilharia de Assad nas muitas cidades onde ainda se combate', disse FOTO: Reuters

"Para ser claro: isto vai exigir que os Estados Unidos eliminem as forças de defesa aérea do inimigo em pelo menos parte do país", referiu McCain em declarações nos corredores do Senado. 

McCain argumentou que caso o Presidente sírio Bashar Al-Assad consiga permanecer no poder tal facto significará uma "derrota estratégica e moral" para os EUA, e defendeu a necessidade de um acção militar para garantir uma transição negociada.

"Na Síria, as forças da oposição necessitam urgentemente de se proteger do cerco dos tanques e da artilharia de Assad nas muitas cidades onde ainda se combate", disse.

"É necessário fornecer assistência militar ao Exército Sírio Livre e outros grupos da oposição, mas neste momento pode não ser suficiente para impedir os massacres e salvar vidas inocentes. A única solução realista é com poder aéreo estrangeiro", argumentou.

mccain eua síria bashar al-assad damasco ataques
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)