Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Médico mata 50 taxistas e dá corpos a comer aos crocodilos

Homem que andava fugido à polícia finalmente confessou os crimes.
Correio da Manhã 1 de Agosto de 2020 às 11:48
Médico confessou matar taxistas
Corpos eram dados aos crocodilos
Médico confessou matar taxistas
Corpos eram dados aos crocodilos
Médico confessou matar taxistas
Corpos eram dados aos crocodilos

Um assassino em série indiano foi finalmente capturado pelas autoridades e confessou os crimes. Devender Sharma, médico, admitiu que ele e o seu gang mataram pelo menos 50 taxistas e livraram-se dos corpos dando-os de comer a crocodilos selvagens no Canal de Hazara, em Kashganj. O caso está a chocar a Índia.

O comissário da polícia local contou ao The Times of India que o suspeito matava os taxistas para lhes roubar os carros, que eram depois desmantelados e vendidos. As autoridades adiantam que o grupo liderado pelo médico, de 62 anos, também assassinava camionistas.

Devender Sharma já é conhecida das autoridades. O médico caiu em desgraça ao ser revelado que encabeçava um esquema de transplante de órgãos ilegal, no início dos anos 2000.

O homem criou uma associação criminosa que se dedicava a assaltar e matar camionistas e taxistas, tendo sido condenado pela morte de sete taxistas, entre 2002 e 2004, a prisão perpétua. Davender nunca tinha confessado qualquer crime. Cumpriu 16 anos de pena e, em janeiro deste ano, teve direito a 20 dias de saída precária, que aproveitou para fugir.

Foi esta semana detido pela polícia indiana em Nova Deli e confessou finalmente aos investigadores que era responsável por mais de 50 homicídios. As autoridades acreditam que sejam mais de 100 as vítimas do serial killer, que admitiu que sempre abandonou os corpos no mesmo local, infestado por crocodilos, para que os animais comessem os cadáveres e eliminassem as provas.
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)