Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Meio milhão em fuga de Nova Orleães

As autoridades da cidade de Nova Orleães, no Sul dos EUA, ordenaram ontem a evacuação imediata da cidade, depois de o furacão ‘Katrina’ aumentar de intensidade. Transformado num ciclone de categoria 5, o máximo na escala Saffir-Simpson, sopra com ventos de velocidade superior a 280 km/h. A evacuação da cidade de meio milhão de habitantes constitui uma das mais gigantescas de sempre no Ocidente.
29 de Agosto de 2005 às 00:00
A evacuação causou enormes engarrafamentos com a população a tentar sair rapidamente da cidade
A evacuação causou enormes engarrafamentos com a população a tentar sair rapidamente da cidade FOTO: Marc Serota/Reuters
Apesar de ter tentado evitar o pânico, o presidente da Câmara, Ray Nagin, frisou que a evacuação é “obrigatória e imediata”, levando milhares de pessoas a entupir as auto-estradas.
O presidente George W. Bush decretou, entretanto, o estado de emergência no estado da Louisiana e instou os cidadadãos a acatar a ordem de evacuação.
Um grande problema da evacuação reside no facto de as centenas de turistas de visita à cidade não disporem de meios de transporte para a fuga. Os habitantes sem automóvel estão igualmente impossibilitados de sair. Nagin anunciou, por isso, que foram criados dez centros para recolha de refugiados e aconselhou os que ficam na cidade a dirigirem-se para esses locais.
Recorde-se que na sua chegada à costa dos EUA, na quinta-feira, o ‘Katrina’ matou pelo menos sete pessoas na Florida. Devido ao aumento de intensidade, teme-se que em Nova Orleães possa inundar e destruir grande parte da baixa, o histórico French Quarter.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)