Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Menina de três anos violada e queimada pelo padrasto

Agressor está detido e a mãe da vítima encontra-se com termo de identidade e residência.
17 de Março de 2018 às 13:17
Criança, maus-tratos, crime
Padrasto é o principal suspeito e está detido
Criança, maus-tratos, crime
Padrasto é o principal suspeito e está detido
Criança, maus-tratos, crime
Padrasto é o principal suspeito e está detido

Uma menina de três anos está internada em estado grave no hospital de Beuvais, na França, após ter dado entrada com sinais de violência. O padrasto é acusado de violar a criança e provocar queimaduras com água a ferver. O homem está detido e a mãe, cujo envolvimento ainda não está claro, encontra-se com termo de identidade e residência.

De acordo com o jornal Le Parisien, a criança terá dado entrada no hospital com a indicação de que teria caído na banheira.

Os médicos receavam que a menina tivesse sofrido um traumatismo craniano e esta foi transferida para um outro centro hospitalar com o objetivo de realizar exames mais detalhados.

Segundo os relatórios médicos, a menor tinha hematomas, vestígios de mordidelas e queimaduras provocadas por água a ferver. Exames ginecológicos mostraram sinais de abusos sexuais e hematomas antigos nos genitais da criança, o que levou os médicos a concluir que a violência era repetida.

O padrasto, principal suspeito, e a mãe da criança negam quaisquer maus-tratos à menor, mas a polícia acusa-os de "violência intencional contra crianças menores de 15".

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)