Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Menino autista faz amizade com cão terapeuta

Criança não toca nem abraça outras pessoas.
Natacha Nunes Costa 23 de Outubro de 2016 às 12:43
Kainoa Niehaus abraçou de imediato Tornado
Kainoa Niehaus abraçou de imediato Tornado
A mãe emocionou-se ao ver a cumplicidade do menino com o cão terapeuta
Kainoa Niehaus abraçou de imediato Tornado
Kainoa Niehaus abraçou de imediato Tornado
A mãe emocionou-se ao ver a cumplicidade do menino com o cão terapeuta
Kainoa Niehaus abraçou de imediato Tornado
Kainoa Niehaus abraçou de imediato Tornado
A mãe emocionou-se ao ver a cumplicidade do menino com o cão terapeuta

A família de Kainoa Niehaus, um menino autista de cinco anos, viajou do Japão aos EUA, para adotar um cão da ‘4 Paws For Ability’ - uma associação especializada em treinar animais que ajudam em tratamentos - para que a criança não se sentisse tão sozinha. Apesar da espera pelo cão ter demorado dois anos, Shanna, a mãe do menino, garante que valeu a pena.

Shanna conta que Kainoa tem muitas dificuldades em criar amigos, visto que o distúrbio neurológico do qual sofre compromete a interacção social, a comunicação verbal e não-verbal e faz com que se recuse abraçar e até tocar noutras pessoas.

Ao ver o cão, um Golden Retriver chamado Tornado, a cumplicidade foi imediata, e o menino abraçou logo o animal, para alívio da mãe.

As fotos do momento foram partilhadas na página de Facebook da ‘4 Paws For Ability’ e rapidamente se tornaram virais.

Na mesma página, a mãe recordou os momentos dolorosos em que via o filho a chorar e não podia tocar-lhe para o reconfortar.

"Ver o meu filho com o cão terapeuta fez-me acreditar de novo. Por causa do Tornado (cão), sei que tudo vai ficar bem", garantiu.

menino autista amizade cão terapeuta autismo amizade animal EUA Japão
Ver comentários