Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Menor preso por três anos

O primo de 17 anos do guarda-redes do Flamengo, Bruno, identificado apenas como ‘J’, condenado pelo rapto e morte de Eliza Samúdio, ex-amante do futebolista, não vai ficar muito tempo preso. Por ser menor, o jovem só pode ficar detido, no máximo, três anos.
11 de Agosto de 2010 às 00:30
O futebolista Bruno aguarda julgamento em prisão preventiva
O futebolista Bruno aguarda julgamento em prisão preventiva FOTO: Alex de Jesus/Reuters

Apesar da gravidade dos crimes de que é acusado, ‘J’, se tiver bom comportamento, poderá mesmo sair antes de cumprir os três anos. O juiz Elias Chabil Obeid, condenou-o a internamento (termo usado para prisão em caso de menores de 17 anos) por prazo indeterminado. A cada seis meses, a pena será reavaliada, podendo ser suspensa no final de cada avaliação.

Ao terminar a pena, a condenação desaparecerá do cadastro do jovem, uma vez que, segundo a lei que regulamenta punições a menores, qualquer condenação é apagada do registo criminal do infractor quando este completa 18 anos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)