Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Metade do Rio de Janeiro está nas mãos de criminosos, diz estudo

3,76 milhões de pessoas vivem em zonas controladas pelo crime.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 20 de Outubro de 2020 às 08:04
Habitantes do Rio de Janeiro, no Brasil
Habitantes do Rio de Janeiro, no Brasil
Quase quatro milhões de habitantes do Rio de Janeiro vivem em áreas dominadas por criminosos armados, sejam traficantes de droga ou milícias paramilitares, e têm de submeter-se às regras impostas por esses grupos.

De acordo com o ‘Mapa dos Grupos Armados do Rio de Janeiro’, elaborado por entidades não governamentais, pela Universidade Federal Fluminense e pela Universidade de São Paulo, dos 6,74 milhões de moradores do Rio de Janeiro, 3,76 milhões vivem nalgum dos 96 bairros da cidade controlados por criminosos.

Destes, cerca de 2,17 milhões moram em áreas dominadas por grupos paramilitares formados por polícias e ex-polícias corruptos, que já controlam 57,5% da área total da cidade, e 1,59 milhões em áreas dominadas por traficantes, que controlam 15,4% do território do Rio.

Além destas imensas áreas já com ‘dono’ definido, o estudo avança ainda que outros 25,2% do território do Rio de Janeiro são alvo de disputa entre milicianos e traficantes ou entre fações rivais do tráfico, sendo os locais mais perigosos devido aos frequentes conflitos armados pelo domínio dessas áreas.

Rio de Janeiro crime lei e justiça questões sociais investigação crime organizado
Ver comentários