Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Meteorito ilibado

Não foi um meteorito que causou a extinção dos dinossauros na península mexicana do Iucatão há 65 milhões de anos. Não pode ter sido, pois – segundo permite concluir um estudo recente – o impacto do Chicxulub deu-se 300 mil anos antes da extinção dos gigantescos répteis.
15 de Abril de 2006 às 05:06
A tese do investigador da Universidade holandesa de Utrecht, Markus Harting tem por base o exame de composição química de pequenas partículas esféricas de cristal encontradas no México, Guatemala, Belize e Haiti que parecem ter resultado da colisão do meteorito com a Terra.
Harting datou-as e concluiu que são muito anteriores ao desaparecimento dos dinossauros. Deste modo ganha terreno a hipótese de que aqueles se extinguiram em resultado de um processo de alteração climática, desencadeado por uma enorme erupção vulcânica na Sibéria.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)