Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Migrantes a bordo de navio humanitário atiram-se ao mar para tentar chegar a terra

Itália recusou o desembarque dos 107 migrantes a bordo da embarcação.
Correio da Manhã 18 de Agosto de 2019 às 18:54
A carregar o vídeo ...
Responsáveis do navio humanitário afirmaram que Espanha e Itália terão chegado um acordo.

Alguns migrantes a bordo do navio "Open Arms", ao largo da costa da Ilha de Lampedusa, em Itália, atirou–se ao mar na esperança de chegar a terra.

O caso do navio humanitário está cada vez mais complicado. Após a recusa de Itália em autorizar o desembarque dos 107 migrantes, o Governo espanhol ofereceu-se para receber o navioo, mas a ONG não aceitou a proposta.

A ONG defende que a embarcação não tem condições para navegar até Espanha e os migrantes atiraram-se ao mar, como é possível observar nas imagens divulgadas este domingo pela Associated Press.

"Não aceitamos Espanha. Não podemos pôr em perigo a segurança e a integridade física dos imigrantes e da tripulação. Necessitamos de desembarcar já", disse um porta-voz da embarcação "Open Arms", citado pelo jornal espanhol El País.

Há três dias que o navio navega em águas territoriais italianas, mas está impedido de aportar em Lampedusa.

Open Arms ONG Lampedusa Espanha Itália política distúrbios guerras e conflitos questões sociais migrações
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)