Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Milhares fogem após terramoto na costa oeste dos EUA

Alerta de tsunami causou o pânico no Alasca.
Ricardo Ramos 24 de Janeiro de 2018 às 10:14
Moradores em fuga entupiram as estradas na ilha de Kodiak, no Alasca
Alerta de Tsunami no Alasca
Sismo ao largo do Alasca
Moradores em fuga entupiram as estradas na ilha de Kodiak, no Alasca
Alerta de Tsunami no Alasca
Sismo ao largo do Alasca
Moradores em fuga entupiram as estradas na ilha de Kodiak, no Alasca
Alerta de Tsunami no Alasca
Sismo ao largo do Alasca
Milhares de pessoas abandonaram esta terça-feira, em pânico, as regiões costeiras do Alasca, após um sismo de 7,8 graus na escala de Richter ter provocado um alerta de tsunami em toda a costa Oeste dos Estados Unidos e na província canadiana de Columbia Britânica.

Moradores em fuga entupiram as estradas para se afastarem das zonas mais vulneráveis e milhares de pessoas passaram a noite em abrigos, escolas e pavilhões desportivos na ilha de Kodiak, ao largo da costa do Alasca.

O alerta só seria cancelado várias horas depois, primeiro na Califórnia e no Havai, e depois em toda a zona afetada. "Estamos todos bem, isso é que importa", disse um morador.

O sismo, que teve uma magnitude inicial de 8,2 graus, não provocou vítimas nem danos materiais de monta, mas chegaram a registar-se ondas de 10 metros perto do epicentro, localizado no Oceano Pacífico, 250 quilómetros a Sudoeste da localidade de Chiniak.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)