Milhares na rua contra "traição" de Sánchez

Rompimento das negociações entre o governo socialista e os independentistas catalães não travou revolta contra cedências do primeiro-ministro.
Por Ricardo Ramos|11.02.19
Dezenas de milhares de pessoas encheram este domingo o centro de Madrid para exigir a demissão do primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, que acusam de "traição" por negociar com os independentistas da Catalunha.

A manifestação, que foi convocada em conjunto pelo Partido Popular e pelo Cidadãos e contou com o apoio do partido de extrema-direita Vox, não teve bandeiras partidárias e decorreu sob o lema ‘Por uma Espanha unida - Eleições já!’.

Este foi o maior protesto contra o governo de Sánchez desde que este assumiu o poder em junho do ano passado, e surge dias antes da crucial votação do Orçamento do Estado, cujo chumbo provocará a queda do executivo, que não tem maioria no Parlamento e depende do apoio do Podemos e dos partidos separatistas catalães.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!