Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Milhares protestam em Moscovo pela liberdade de expressão

Vários manifestantes tinham retratos de "prisioneiros do caso Bolotnaïa", que foram detidos em maio depois de terem participado numa manifestação na véspera da tomada de posse de Vladimir Putin no Kremlin.
13 de Abril de 2014 às 17:05
Rússia, Moscovo, manifestação, liberdade de expressão, Vladimir Putin
Rússia, Moscovo, manifestação, liberdade de expressão, Vladimir Putin FOTO: AFP

Pelo menos 4.000 pessoas juntaram-se hoje no centro de Moscovo, na Rússia, para exigir liberdade de expressão e para denunciar a censura no país.

De acordo com os relatos da AFP, os manifestantes, reunidos na avenida Sakharov, no centro da capital, envergam cartazes onde se lê "adoramos a TV Dojd", em referência ao principal canal da oposição russa, que está sob ameaça de encerramento.

Noutros cartazes, estavam recados como "vergonha para os média que mentem" ou "devolvam-nos a liberdade de expressão".

"Na televisão, não vemos mais do que mentiras", afirmou Sergueï, um manifestante entrevistado pela AFP, considerando que a cobertura jornalística da crise na Ucrânia na Rússia é enviesada.

"Estamos habituados a acreditar na rádio ou na televisão (...) Mas, infelizmente, hoje as pessoas enganam-se [ao confiar nestes meios] e isso incomoda-me", disse Marina, outra manifestante.

Neste protesto, intitulado "Marcha da Verdade", os opositores também denunciaram repressão política em curso no país.

Rússia Moscovo manifestação liberdade de expressão Vladimir Putin
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)