Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Militantes da al-Qaeda abatidos

Um alegado ataque de míssil norte-americano no noroeste do Paquistão, provocou a morte a quatro militantes, entre eles dois destacados da al-Qaeda, informaram esta quarta-feira fontes dos serviços secretos.
10 de Setembro de 2008 às 09:20

O alegado ataque norte-americano ocorreu segunda-feira quando várias explosões, possivelmente causadas por mísseis norte-americanos comandados à distância, atingiram a zona de Miran Shaha, noroeste do Paquistão. 

Um dos operacionais era alegadamente responsável pela actividade terrorista da al-Qaeda nas regiões tribais do Paquistão, zonas onde os Estados Unidos temem que se tenha tornado refúgios para combatentes daquela organizaçã e para talibãs envolvidos em ataques contra norte-americanos e foças da NATO no Afeganistão. 

Um responsável dos serviços secretos afirmou que pelo menos três pessoas morreram e 15 ficaram feridas. Os mísseis terão atingido uma escola islâmica, um seminário e casas, na zona tribal do Waziristão. 

O ataque foi um dos vários registados nos últimos dias no Paquistão, indicação de que os Estados Unidos estão a aumentar a repressão contra activistas na fronteira entre o Paquistão e o Afeganistão.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)